Oi!

Esse é o Petites Mélodies, um blog sobre arte e cultura visual.

Espero que goste da leitura e que acompanhe as novidades nas redes sociais!

wim crouwel para étapes

Raramente escrevo aqui sobre designers – algo estranho para alguém que estudou isso. Mas não podia deixar me mostrar esses dois vídeos sobre a trajetória do designer Wim Crouwel.

Designer holandês, nascido em 1928, Crouwel já fez grandes trabalhos, além de ter criado fontes como Neue Alphabet, Fodor e Gridnik – cujo nome faz menção à sua obsessão pelo tradicional grid.

Tudo começou com uma pesquisa sobre o poster Vormgevers (imagem acima) que Crouwel fez para uma exposição no Stedelijk Museum, em 1968. Pesquisando sobre a vida do designer modernista, achei uma série de entrevistas que ele deu, dentre elas, essa que foi feita pela revista Étapes – uma publicação maravilhosa, aliás, em design –, aqui em Paris, em fevereiro de 2007.

Como um bom moderninsta, Wim se descreve muito mais como um arquiteto do que como um designer e acredita que a tipografia tem um papel mais importante do que imagens e que é justamente esse caráter estrutural – quase arquitetônico da tipografia – que mais o interessa no design gráfico.

Nesses dois vídeos, Wim conta um pouco sobre quase tudo: sua trajetória e seus projetos, sobre a criação do PC, sobre como ele percebe seu trabalho e, sobretudo, sobre a dicotomia no processo de criação de artistas e designers.

Os vídeos estão em inglês, mas tem legenda disponível no Youtube.

Wim Crouwel está vivo! E se você ficou com um gostinho de quero mais, tem ainda esse video aqui mais recente, de maio desse ano, feito pelo Museum für Gestaltung Zürich.

[via Étapes]

cinema+arte: hitchcock e hopper

#askacurator