Oi!

Esse é o Petites Mélodies, um blog sobre arte e cultura visual.

Espero que goste da leitura e que acompanhe as novidades nas redes sociais!

spencer byles // la colle sur loup

spencerbyles11
spencerbyles11
forest-land-art-nature-spencer-byles-10
forest-land-art-nature-spencer-byles-10
forest-land-art-nature-spencer-byles-9
forest-land-art-nature-spencer-byles-9
forest-land-art-nature-spencer-byles-8
forest-land-art-nature-spencer-byles-8
forest-land-art-nature-spencer-byles-7
forest-land-art-nature-spencer-byles-7
forest-land-art-nature-spencer-byles-6
forest-land-art-nature-spencer-byles-6
forest-land-art-nature-spencer-byles-5
forest-land-art-nature-spencer-byles-5
forest-land-art-nature-spencer-byles-3
forest-land-art-nature-spencer-byles-3
forest-land-art-nature-spencer-byles-2
forest-land-art-nature-spencer-byles-2
forest-land-art-nature-spencer-byles-1
forest-land-art-nature-spencer-byles-1

Quando o trabalho é o processo.

O artista Spencer Byles que mora numa floresta no sul da França (região de La Colle Sur Loup, Villeneuve Loubet e Mougins) resolveu relatar sua experiência nesse ambiente ao longo de 12 meses (2011-2012).

O resultado foi essa linda sequência de esculturas temporárias usando apenas materiais achados na floresta. As formas circulares conferem um aspecto quase místico e filosófico para as esculturas – remetendo à religiões politeístas que conferem a este símbolo poderes.

O efêmero na sua obra é algo importante que ressalta a organicidade da natureza, dos materiais, enfim, da vida. As esculturas propositalmente não são feitas para durarem; eventualmente a natureza vai pedir de volta aquilo que era seu.

Você encontra aqui mais informações sobre o trabalho dele.

jana glatt

isabella bunnell